CONIMBRIGA

Virtual Tour

VISITA VIRTUAL 360º




CONIMBRIGA

Conimbriga, é uma antiga povoação existente desde a Idade do Cobre (3300 a 1200 a.C.), que foi um importante centro durante o Império Romano (10.000 e 15.000 habitantes) e que após as invasões barbaras, continuou habitada até ao século VI, quando a Sé episcopal passou de Conimbriga para Coimbra. Conimbriga fica a dezassete kilometros sul de Coimbra, e ficava junto à estrada que vindo de Sellium (Tomar) seguia para Aeminum (Coimbra). Apesar da sua condição de defesa natural, esta cidade tem um ponto de vuneravel que é o de depender o seu abastecimento de água de um aqueduto com 3km. Esse poderá ser o principal motivo do seu abandono, já que a sua sobrevivência ficaria em risco em caso de cerco na idade média. Parte de Conimbriga (parte do casario de Condeixa-a-Velha) sobreviveu graças à existencia de uma pequena fonte aí localizada.
Conimbriga é um retrato vivo de um largíssimo período da humanidade, desde a Idade do Cobre até à época medieval. As ruinas que podemos observar hoje deixam transparecer casas, jardins, mosaicos, as termas, o Forum, e as suas imponentes muralhas que conferiram o titulo de lugar alto, rochoso e fortificado. A organização da sociedade, e retratos da própria vida ao longos dos séculos estão aqui patentes. Aqui viviam povos oriundos de vários pontos da Europa central, cada povo com o seu idioma falado (não escrito) e o único denominador comum entre eles seria o Latim trazido pelos romanos, que permitia o entendimento entre todos, e que serviu de unificação e desenvolvimento.
Uma das primeiras obras públicas que se fazem na cidade romana de Conimbriga na época de Augusto (15-10 a.C.) foi a construção de um aqueduto para abastecer a cidade, desde Alcabideque, que dista 3km.

VIDEO