MOSTEIRO DE SANTA CRUZ SACRISTIA


VISITA VIRTUAL 360º


Capela Mor
Sacristia

Sacristia

Sacristia de 1622. A autoria tem sido atribuída a Pedro Nunes Tinoco, arquitecto que frequentou a Aula os Paços da Ribeira em Lisboa, onde estudou com o Arquitecto Italiano Filipe Terzi. Os seus projectos estão dentro da linha italiana do renascimento tardio, ou maneirismo. Planta rectangular, relação geométrica xyz vitruviana, pé direito duplo, com friso clássico pelo perímetro do topo da parede de separação para a abóbada de berço com caixotões octogonais. Nos topos da abóbada as tradicionais janelas triplas maneiristas em arco perfeito, que vemos em todas as igrejas maneiristas em Portugal. A grande riqueza deste espaço reside na texturização geral da sua envolvente (parede,vãos,pavimento e tecto), através do desenho de pilastras com relevo, frontões interrompidos com medalhões, revestimento das paredes com azulejos “tapete” de desenho geométrico explorando as diagonais, o revestimento do pavimento com pedra de várias côres e desenho geométrico em harmonia com o tecto (octogonos,e losangos). Para não falar na qualidade das pinturas e esculturas emolduradas em perfeitas composições de pedra nas paredes. A luz que entra pelas janelas superiores desempenha um efeito dramático na visualização de toda esta riqueza textural, ao longo do dia, fazendo-nos sentir de verdade, o que é um espaço renascentista de qualidade.