MOSTEIRO DE SANTA CRUZ

Virtual Tour


VISITA VIRTUAL 360º


NAVEGAÇÃO USANDO AS IMAGENS COM LINKS

Desktop computer - Clicar na bolinha vermelha para aceder a esse panotour ; ao passar por cima da bolinha vermelha, já viu o nome desse panorama, só precisa clicar para aceder a esse panotour.

Tablet - Clique na bolinha vermelha para ver o titulo. Clique de novo na bolinha vermelha para escolher e ver esse panotour

Reformas do Mosteiro no reinado de D.Manuel

O bispo D.Pedro Vaz Gavião que teria acompanhado D.Manuel a Santiago de Compostela em 1502 é nomeado prior do mosteiro, e inicia a campanha de renovação. Jacques Boytac que trabalha em Portugal (Jerónimos,Torre de Belém,Convento de Jesus de Setúbal) desde 1492 é o mestre, e organiza a nova igreja com nave única de volumetria vertical que se conecta com as capelas laterais.
Entre 1518-22 é terminado o claustro manuelino, agora sob as ordens do mestre Marcos Pires, Boytac é “Mestre das Obras do Reino" e parte para Arzila onde trata de refazer as defesas daquela praça forte norte-africana. D.Manuel pretende enaltecer os primeiros Reis de Portugal, mudando os túmulos do antigo claustro, para a capela-mor, em dois túmulos de elevadíssima qualidade, idealizados por Nicolau Chanterene e Diogo de Castilho, e esculpidos pela mesma equipe que trabalhou nos portais dos Jerónimos. O portal axial, é também obra da mesma equipe de artistas. A beleza desta fachada reside na solução de usar o tom claro da Pedra de Ançã para o Portal axial, ressaltando-o e destacando-o por contraste do tom do amarelo da fachada de calcário da zona do Bordalo.
Por iniciativa do prior D.Pedro Gavião, em 1507 foi iniciada a reformulação do edificio Romanico. Boytac é o mestre, e organiza a nova igreja com nave única de volumetria vertical que se conecta com as capelas laterais. A actual reconstrução permite ao visitante ver algumas das estruturas do antigo mosteiro românico.
A forma da antiga igreja romanica, parece ter sido de 3 naves. Preservaram os arcos e pilares de entre nave central e a nave lateral na parede da actual zona do nartex, debaixo do coro alto.

O Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra é fundado em 1131 pelo Arcediago D.Telo, com a proteção de D.Afonso Henriques, O Mosteiro de Santa Cruz segue a regra dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho. O edifício românico localizava-se fora das muralhas da cidade, e a sua concepção seria de Igreja com torre de fachada, com aptidões defensivas. A obra desenvolveu-se entre 1132-1223. Aqui desenvolveu-se uma instituição de ensino das melhores em Portugal, graças à sua vasta biblioteca, apoiada pelo seu activo “scriptorium” (local onde trabalhavam os monges que copiavam documentos e criavam os livros). Foi aqui que estudou Fernando Martins de Bulhões (Santo António).


VIDEO